Viusmar S. Lima, Advogado

Viusmar S. Lima

São Luís (MA)
57seguidores3seguindo
ENTRAR EM CONTATO

Sobre mim

Advogado. Especialista em Direito Público. Eterno aprendiz da Ciência Jurídica.
Advogado. Especialista em Direito Público. Pós-graduando em Advocacia Extrajudicial. Sócio do escritório Sousa & Lima Advocacia. Ex-estagiário do TRE/MA e do Tribunal de Justiça/MA.

Principais áreas de atuação

Direito Civil, 33%

É o principal ramo do direito privado. Trata-se do conjunto de normas (regras e princípios) que r...

Direito de Família, 25%

É o ramo do direito que contém normas jurídicas relacionadas com a estrutura, organização e prote...

Direito Previdenciário, 25%

É um ramo do direito público surgido da conquista dos direitos sociais no fim do século XIX e iní...

Direito Penal, 16%

É o ramo do direito público dedicado às normas emanadas pelo Poder Legislativo para reprimir os d...

Correspondência Jurídica

Serviços prestados
Peças
Andamentos
Alvarás
Mediação
Audiências
Acompanhamentos

Recomendações

(66)
Renata Prado, Advogado
Renata Prado
Comentário · há 8 meses
Será que ela não se arrependeu devido ao preconceito etário? Superando o preconceito, será que ela ainda se sentiria abusada? Ela deve ter sofrido muita pressão nesses anos, porque a sociedade é preconceituosa. Mulher já é julgada por fazer sexo. Pior ainda com um cara bem mais velho.

"fraqueza mental e instabilidade afetiva" Se fosse questão de idade, haveria um monte de cinquentão fazendo surubas com novinhas, mas não há. E outra, há muitas mulheres 30+ doidas para arrumarem maridos e terem filhos e essa ansiedade as levam a arrumarem trastes e se arrependerem. Alguém vai tratar essas mulheres como incapazes?

Se idade fosse poder, os asilos estariam cheios de mulheres jovens dando amor e carinho pros velhos. Mas, não há. A suposta experiência só serve para aliviar o desgaste do envelhecimento, não faz milagres. Um cara de 60 nunca vai conseguir competir com homens de 20 ou 15 anos, por mais que tenha experiência.

Uma eventual criminalização iria prejudicar ainda mais a saúde dos jovens e fazê-los correr riscos desnecessários para viverem sua sexualidade. É melhor reduzir de 14 para 12, assim fica melhor para orientar e cuidar. Há palestras de especialistas dizendo que 14 é alto (SPSP).
Repare que a mulher do livro fez sexo antes da idade legal, portanto, a lei não impediu que o caso ocorresse, mas favoreceu abusos devido à clandestinidade da relação.

"atração sexual de adultos por menores de idade um distúrbio" Só se for antes da puberdade, em geral, abaixo dos 9 anos de idade, porque a puberdade é responsável pelo afloramento do erotismo adulto.

Perfis que segue

(3)
Carregando

Seguidores

(57)
Carregando

Tópicos de interesse

(2)
Carregando
Novo no Jusbrasil?
Ative gratuitamente seu perfil e junte-se a pessoas que querem entender seus direitos e deveres

Outros advogados em São Luís (MA)

Carregando

Viusmar S. Lima

Entrar em contato